chegar em casa às 4am sóbrio o suficiente pra escrever e pra colocar ray charles e norah jones numa canção que diz nada mais do que a verdade (aqui vamos nós de novo… mas qualquer besta sabe que não há caminho p/ vencer) e evoluir um pouco na minha manha vagabunda, essa arte maluca e prática de caçar borboletas com aspirador de pó

Um provável início pralgo que ainda não escrevi.
Se Billie Holiday roncava, devia ser desse jeito. Suave como jazz suave, um pequeno assobio – passei a mãos nas suas pernas descansadas e levantei cambaleante pelo quarto coa cabeça pesada do vinho de ontem, a arma no chão como se fosse mais uma roupa jogada pelo assoalho.  Problemas; guardei o revólver na gaveta de calcinhas de Cecília, nenhum sutiã, como de praxe. A rosa púrpura do Cairo na televisão era a única fonte de luz do ambiente, arrastei as cortinas e nada de mais, nada a não ser os ecos da cidade e as calçadas molhadas de sereno e os bares fechando suas portas, garçons antipáticos colocando o lixo pra fora e as pessoas pra fora, cuspes na calçada, bêbados mijando na esquina que as putas deixaram vagar – vagarosamente, a noite acabando, nada a não ser a noite acabando e o sol atrasado, niente, nenhum pedaço de calzone italiano pra contar a história, satisfazer os cachorros de Porto Alegre, as pizzarias que fecham cedo de mais e as bodegas que não deveriam fechar e os pudores que não deveriam existir Percebi que havia dormido somente duas horas – dizem que uma cerveja restando no freezer é o remédio perfeito contra a ressaca, talvez pruma ressaca de cerveja, não pruma de vinho vagabundo. Náusea e arrependimentos. Como não sou de desprezar uma cerveja gelada, pesquei a latinha no frigobar e sentei no chão, escorado na cama e de frente pra tv, o ronco de Cecília como trilha pro filme do Woody Allen, Mia Farrow saindo da tela pra fora, bebop de Manhattan, o jazz do ronco de Cecí – ela também parecia ter saído do cinema, não como nesse filme, mas de um Bonnie and Clyde, talvez, uma Bonnie mais melancólica e levemente louca sendo dirigida por Hal Hartley, quem sabe!, Desliguei o televisor, nada de sol, algum tempo pros olhos voltarem a identificar qualquer coisa, Cecília deitada na cama. É bom ver uma garota dormindo na cama da gente e, depois daqueles dois meses, acho que ela já era a minha garota e acho que aquela cama era nossa, todo aquele pequeno quarto número 14 do The Great Northern Hotel – nunca entendi esse nome. Cecí morou por um tempo na Irlanda, O Grande Hotel do Nordeste, ela me traduziu – nada esclarecedor. Fiquei ali sentado bebendo cerveja no escuro olhando Cecília sonhar, acho que por uns três segundos toda a bosta do mundo não passou pela minha cabeça. Três segundos era alguma coisa, mais do que um orgasmo, afinal; bobagem, nada como sentir o milésimo de sonho esforçado que sai dos bagos da gente e nos afoga no estado de espírito mais solitário que o homem é capaz de conhecer. Acabei coa cerveja e acho que toquei uma antes de pegar no sono.

Anúncios

13 Respostas to “chegar em casa às 4am sóbrio o suficiente pra escrever e pra colocar ray charles e norah jones numa canção que diz nada mais do que a verdade (aqui vamos nós de novo… mas qualquer besta sabe que não há caminho p/ vencer) e evoluir um pouco na minha manha vagabunda, essa arte maluca e prática de caçar borboletas com aspirador de pó”

  1. drix Says:

    uuuuuuuuuh.

    gosto, definitivamente.

  2. brunobandido Says:

    bacana que tu gosta, adriana, definitivamente.
    um beijo.

    & Leon, matou a charada. mesmo que isso não seja uma charada.
    abraço.

  3. Adriana Godoy Says:

    Bandido, também gosto indefinidamente. beijo

  4. Juliana Says:

    Oi Bruno, tudo bem?
    A gente não se conhece, mas gosto muito dos seus textos. E também gostei bastante da Língua Pop.
    Vocês aceitam colaboradores pra revista? Se sim, você poderia me passar seu email pessoal, pra gente conversar melhor?
    Um beijo,
    Juliana

  5. Daniel Souza Says:

    Bruno,

    Recebi o LP. Valeu pela ajuda. Agora, mudando de assunto, e o Suarez Colorado ontem? Curtiu?

    Lembrei de vc na hora. Ainda mais pela coincidencia dos fatos e de ambos terem vc na torcida.

    O resto de ontem não importou.
    Abs,

  6. Andarilho Says:

    Cecília é um nome legal pacas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: