Rádio Mala Vista – 01 – Delirium Tremens

Y ya que me preguntas te diré que sé lo que es tener catorce años y estar muerto

Desde os 13 anos eu sou velho demais pra guitarristas virtuosos. Bandeiras. Desde os 13 anos eu não tenho paciência com os guarda-chuvas e acho óculos escuros uma tremenda perda de tempo. Faz tempo que deixei de acreditar em planos e em promessas de paraíso. Em músicas dos Beatles. Mas hoje eu parei de ler Dostoiévski porque começou a tocar Something na rádio da lotação. Cheguei em casa e enrolei um com minha esposa e fiquei falando bobagens e saímos pra beber e comer alguma coisa. Então eu tive sonhos horríveis. Não preguei mais os olhos durante a madrugada. Desde os 13 anos, ou antes, vai saber, eu venho morrendo todas as noites. Consumindo a tranquilidade possível da morte. E a angustia impossível. Mas eu sempre poderei ser jovem com minha camisa do Napoli de 89. Meu pôster imaginário do Pity Álvarez. Com meus desejos esquisitos e meu livro de novelas orientais. Eu sempre poderei ser jovem como na canção do Cazuza – e o menino triste quer ser um herói, mesmo um herói triste. Imaginando que a qualquer momento uma voluptuosa prostituta marroquina com manchas de catapora vai entrar no bar e ir até o banheiro. Eu e os outros abutres olharemos sua bunda e seremos felizes até morrermos mais uma vez. Mas ela não existe e isso não deixa de ser triste e engraçado. Como a vida. Que bela porcaria.

2 Respostas to “Rádio Mala Vista – 01 – Delirium Tremens”

  1. L. M. Says:

    Teu livro jogou sal no meu buraco no peito.
    Coisa bonita demais, cara.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: