creeley

Robert Creeley, o poeta do olho de vidro, escreveu sua autobiografiacreeley quando tava morando em Helsink, na Finlândia, em 1989. Ele escreveu só porque uma editora ofereceu mil dólares pra ele. Pelo menos é o que ele diz. É uma autobiografia pequena. Ela não cita um longo casamento, por exemplo, mas cita um caminho entre uma casa de campo e um rio que ele percorreu na infância, coisas do tipo. É a autobiografia de um grande poeta, e ela é cerebral e comovente ao mesmo tempo. O livro vem com uma entrevista e mais 10 puta poemas. Pena que são só 10. A biografia começa assim “Tenho vivido toda minha vida com o peso de uma responsabilidade persistente, a de assumir uma vida substancial, algo assim como ter um cachorro, ainda que sem o prazer deste último”;

20050408-creeley-ps

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: