conto no mallarmargens

Saiu um pequeno conto meu no mallarmargens.

Xarás

Minha mãe estacionou no posto, desceu do carro e gesticulou por uns cinco minutos com um dos frentistas, então abriu a porta e disse que era pra eu ficar com ele, que voltaria no fim da tarde. “Tu é o guri”, ele disse. Eu fiz que sim com a cabeça. Ele me olhou de cima a baixo e perguntou pra que time eu torcia. Quando eu disse Palmeiras, ele perguntou se foi meu avô quem tinha colocado isso naminha cabeça. Fiz que sim com a cabeça. “Aquele velho…”, ele disse, “Tu tem que ser do Colorado. Tu é gaúcho, não pode torcer pro Palmeiras. Nem pro Grêmio, só bichinhas torcem pro Grêmio. Tu é bichinha?”. “Eu não”, eu disse irritado, ele riu e correu em direção a um carro e falou com o motorista e foi até o tanque e enfiou a bomba lá dentro. Fiquei observando a cena. “O próximo é teu”, ele gritou, enquanto recebia o dinheiro.

Pra ler completo, tá lá: http://www.mallarmargens.com/2015/08/xaras-bruno-bandido.html

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: