Nosferatu

Depois que esse livro do Joe Hill acaba, tem um texto de “agradecimentos” no final. Lá pelo meio ele resolve falar do pai dele (Stephen King), achei bonito:

“Entre o início e o fim do trabalho, fui andar de moto com meu pai. Ele foi na sua Harley, eu na minha Triumph. Ele comentou que gostava da minha moto, apesar de o motor o fazer pensar em uma máquina de costura. Meu pai é um típico dono de Harley: esnobe. Foi um passeio feliz segui-lo por aquelas estradinhas que ele conhece tão bem, sentindo o sol nos ombros. Acho que passei a vida inteira viajando pelas estradinhas do meu pai. Não me arrependo.”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: