São Paulo

Nove meses em São Paulo. Já tenho alguma opinião formada sobre as coisas mais abomináveis dessa cidade. Tem as pessoas, claro. Particularmente, aqui, me desagrada grande parte dos jovens “alternativos e descolados”, que são tão estúpidos reacionários retrógrados preconceituosos como os possíveis pais deles ou a galera do sertanejo universitário. Outra coisa lastimável é a dificuldade dos bares em servir/manter as cervejas geladas de verdade e o fato de boa parte dos paulistas estarem tão acostumados a isso que nem se incomodam. Mas talvez a pior de todas seja estar caminhando à noite e passar por essas Limousines escandalosas – pelo que entendi abrigam festas lá dentro – com duas gostosas peruas pra fora do teto solar gritando como idiotas. Vejo isso seguido pelas imediações da Paulista e Augusta, mas esses dias eu vi uma em Campos Elíseos, caramba! Nem a cracolândia essa gente respeita mais. Claro que também há coisas boas, as que me ocorrem agora são: eu já ter visto o último Jarmusch no cinema, o KINTARO, o rap, as peças boas de teatro e, acima de tudo, a quantidade de pessoas que observo pelo Bixiga caminhando com carrinhos de bebê vazios.

2 Respostas to “São Paulo”

  1. Carlos B. Says:

    onde vc viu o novo do jarmusch? não vi em lugar nenhum. vc tá falando do paterson?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: