Poema #185

Carta aos inquilinos de inverno

A casa é um lixo mas a vista é linda
chuva nas montanhas pôr do sol no píer
dentro a tranquilidade de
bonecas de tecido antigo batizadas por
crianças que já morreram

algo nas árvores sem folha
no circuito foragido dos insetos
lembra os deuses esquecidos
do quarto de visitas

à noite podemos ouvir nossas
pupilas aumentando
é quando o suicídio lambe
minha orelha
nosso filho sonhou com um lobo

uso folhas verdes
e madeira úmida para fazer fumaça
com a fogueira

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: